Monday, October 19, 2009

As diferenças que as vírgulas fazem

Todo mundo sabe que colocar vírgulas erradamente pode mudar o sentido da frase. Portanto, os jornalistas devem tomar muito cuidado com elas. Matéria da Gazeta do Povo sobre o Vale-Cultura traz duas frases com vírgulas colocadas indevidamente. Vejamos:

“A meta do MinC, com a implementação do Vale Cultura, é que os brasileiros, de baixa renda, passem a consumir cultura.”

Com certeza, o autor queria dizer: “... que os brasileiros de baixa renda passem a consumir ...”

Do modo como está, a frase afirma que todos os brasileiros são de baixa renda – e, portanto, o MinC quer, com o vale, que os brasileiros passem a consumir cultura (visto que todos os brasileiros têm baixa renda).

Sem as vírgulas, a frase indicaria que, dentre os brasileiros, há alguns de baixa renda, que o MinC deseja que consumam cultura.

A outra:

“O trabalhador, que ganha até cinco salários mínimos, pode optar por não ser beneficiado pelo Vale Cultura” [...].

De novo: com certeza, o jornalista queria dizer que “o trabalhador que ganha até cinco salários mínimos pode optar ...”.

As orações analisadas podem ser explicativas (caso das que estão entre vírgulas nos exemplos) ou restritivas (sem as vírgulas). Para determinar, portanto, uma categoria específica (restrita) de brasileiros (os de baixa renda) ou de trabalhadores (os que ganham até cinco salários mínimos), o texto deveria usar a oração restritiva, sem vírgulas.

2 comments:

eriel said...

e reclamávamos quando tínhamos aulas de "orações coordenadas assindéticas" e coisas parecidas" Viu como tudo tem sua finalidade? Aliás, problema com vírgulas é um carma brasileiro.
Questiono, porém, o termo Vale Cultura, que acho deva ser escrito com hífen (Vale-cultura), porque são duas palavras distintas que se juntam para formarem uma também diferente delas. Acho que essa era a regra, "no meu tempo".

Yvana said...

Olha que eu acho que o jornalista quis ser irônico... Se não todos, quase todos os brasileiros têm baixa renda... Estou incluída...kkkk