Saturday, October 30, 2010

O papa e as eleições

O papa tem todo o direito de defender os princípios católicos e pronunciar-se a respeito de qualquer assunto que julgue de interesse dos católicos. É natural que se pronuncie contra o aborto e deseje que os bispos orientem os fiéis quanto a essas questões. O problema está no fato de, aqui no Brasil, quase todo mundo interpretar suas palavras como desfavoráveis a Dilma e favoráveis a Serra.

Serra é e sempre foi pró-aborto e ateu. Agora mostra ser também cara de pau e mentiroso, ao tentar aparecer como o contrário do que sempre foi. É a milagrosa "conversão" imediata proporcionada por São Marketing Político!

2 comments:

Jorge said...

Os que ambicionam o poder são todos iguais!

Tomás Barreiros said...

É isso! E uns ainda são "mais iguais que os outros"...